Não poderia ser mais significativo o anúncio do Governo Federal, após pesquisa realizada neste finzinho de ano, de que o país vive o maior índice de emprego, desde que a avaliação começou a ser feita lá pelos idos de 2003. Um país praticamente sem crescimento neste ano, tendo que conviver com o “pibinho” doministro Mântega, de repente descobre que tem pouco mais de 4% de desempregados. 

Tivemos um ano de resultados pífios que, em muitos casos, comprometeu até a solidez de muitos negócios. Carregamos em nossas costas a maior carga tributária de todos os tempos e ainda temos que driblar a injusta concorrência dos produtos importados legal e ilegalmente. Mas continuamos como referência, na hora de serem anunciadas as boas novas de nossos governantes sobre o pleno emprego.

É que o comércio foi o maior responsável por essa façanha. São milhões de famílias por esse Brasil afora que têm suas sobrevidas garantidas por nossos balcões, nossas prateleiras, nossas araras ou gôndolas. São milhões de crianças nas escolas financiadas por nossos impostos e milhões de jovens incluídos na sociedade por nossos empregos.

Estamos dando ênfase a esses fatos para que neste final de ano façamos uma análise de tudo que ocorreu em 2013, das coisas boas e das que não nos agradaram, para chegarmos à simples conclusão de que ser comerciante em nosso país é ser, antes de tudo, um herói e, por isso, estamos de parabéns.

Temos muitas coisas boas realizadas pelo Sindicato do Comércio de Contagem e Ibirité no decorrer deste ano para comentar com nossos amigos. Mas como este espaço não seria suficiente, teremos sim no ENCO o encontro mais envolvente de Contagem e Ibirité.

 

Recebam meus sinceros votos de um  2014 cheio de paz, alegria e bons negócios.

Frank Sinatra
Presidente do Sindicato do Comércio de Contagem e Ibirité